segunda-feira, 10 de outubro de 2016




Foi a dor de saber que não existias.

(agora que penso: deus confunde-se
com o pueril amor.)

Sem comentários:

Enviar um comentário